domingo, 4 de abril de 2010

O que eu espero de mim

Veja só, eu. Depois de quatro anos só frilando por aí, arranjo um louco apaixonado se arrastando a meus pés. Foi o que pedi à lua cheia. Um homem doce, cheio de amor para dar, que me faça sentir muito mulher. Pois ela atendeu a meu pedido, e eis que chega o cara certo. Ainda por cima, bem mais novo que eu, pra que eu não sinta o peso dos 3.8. Ele é simplesmente um amor, um doce, entregue, dedicado, topa tudo que eu quero, faz amor incrível, 4 vezes por semana, nao te pra ninguém. Como não se sentir the queen of black coconut. Pois bem.

Me senti inteira, mulher, amada, adocicada, uma piscina de mel. Muito bom para fechar feridas de traição, separação, mágoas. Me senti o máximo.

Pois bem!

Depois de todo esse conto de fadas, em que trata meu filho como se fosse dele, me dou conta que nao tenho paciência para certas limitações dele. Ah, todo mundo tem, qual é o problema com ele? Vai ficando, dane-se se você nem gosta assim dele. Vai ficando até arrumar alguém que você tenha certeza.

Nao ouvi esse conselho uma vez, mas dez vezes. quantas vezes vi amigos ou colegas do sexo masculino fazerem isso. Pois bem, eu percebi que ele estava apaixonado. E que queria muito se casar. Comigo.

Não era o conto de fadas perfeito? Menino lindo, corpo escultural, 12 anos a menos que você... e apaixonado.

com tudo a favor, eu comecei a fugir da história. mentia, dizia que ia ficar trabalhando até tarde para... voltar pra casa sozinha! Ver TV e ir dormir! Dava desculpas para não apresentar para minha família... mas, eu o adorava, e principalmente, amava fazer amor 4 vezes por semana. Que mulher na minha idade nao se sentiria extremamente gratificada, depois de tantos Vega-Sopaves no caminho?

POis bem, eu o deixei. Coooooooooooooooooooooomo voc~e tem coragem? Essa espécie está em falta no mercado! e o voce o deixa? Poooois bem. O deixei. E por que o deixei.....


Bem, porque eu sentia enquanto estava com ele, que eu estava com ele por achar que eu nao conseguiria ficar com alguém melhor que ele. Explico.

Contei o lado bom deste queridíssimo ex namorado, um verdadeiro anjo em forma de amor-amante. Beijou minhas feridas, me fez sentir amada novamente, depois de tantos anos de deprê.

pois meu príncipe tinha defeitos, apesar de tudo.

nao batíamos intelectualmente, apesar de na cama, sermos o casal perfeito. Que química!

não batíamos me minúsculos hábitos, como lembrá-lo de escovar os dentes, de que eu paguei as últimas contas, de que ele precisa ler jornal para não bancar o seu Creysson, e que era de bom tom ele pagar a parte dele dos débitos anteriores.. É bem verdade que quando ele recebia, pagava tudo. Mas durava pouco, pois também ganhava pouco. Caaaaaaaaaaaaaaaaalma. Isso definitivamente, nao era tão importante assim pra mim. importante era ele retomar seus estudos... Que ele retomou!!! Maaaaaaaaaas... ainda assim, havia uam fosso abissal entre a gente. Uma distância intelectual. Que eu vejo.... dentro de dez anos ele estará lá. Ou nao.


Mas gente! Eu tenho 3.8. E daqui a dez anos,terei 4.8! e Ele 36. E eu estarei novamente dez anos adiante... E vá lá. Vou seguir os passos de Marília ou Ana Maria Brega, apenas para ter um homem para chamar de meu? Por qual razão? Para obedecer a uam lógica machista? Em que mulheres bem sucedidas são amadas? Mesmo que elas não amem o outro?


Pois foi assim, essa loucura. Depois de anos de carência explícita, eu prefiro ficar sozinha do que ter alguém que eu nao tenho certeza se me completa, porque quando estou com ele, falo muito pouco (algo raríssimo pra mim, que sou tão prolixa e tresloucada) pelos simples fato de que naõ tenho a troca que procuro. Que merda, algumas mulheres procuram o tesão intelectual além do sexual.

Saí, para esperar um outro que eu julgue mais compatível. Embora este príncipe, que agora deixo para trás, tenho sido de uma delicadeza ímpar, de uma dedicação sonhada. Difícil deixá-lo. Mas honesto reconhecer que ele me ama do jeito que eu nao o amo. E que ele merece ser amado como almeja. E eu quero mais do que ele me oferece. Apenas um pouqinho a mais. Pois sim, virou benchmarking, conforme solicite à lua cheia - alguém que me trate como me tratou o meu primeiro grande amor. E foi assim mesmo. Pois quero alguém assim agora, de novo, mas 3.0. Nao quero que ele sofra, e vou refletindo a cada momento dessa falta que tenho sentido dele - falta daquele hábito semanal, mas que depois dele, ele podia ir embora que eu continuava a cuidar de meus afazeres... Parece loucura, mas uma hora vou entender.


Coragem e amor pra gente, sempre. Não podemos mais nos pautar pelo medo de ficarmos sozinha. Coragem, e fé.

Abraço

Carla

9 comentários:

Anônimo disse...

Mulher gosta é de sofrer, né?
Aliás, a raça humana.

Ligia disse...

Não é gostar de sofrer. É descobrir que a melhor companhia pra gente é a gente mesmo

Mabia Barros disse...

Concordo com a Ligia.

A solidão que incomoda é a de quando não estamos bem com nós mesmos. Se você se basta, porquê ter que aturar companhias que não nos completam? Sexo é bom, faz falta, mas ter um namorado só pelo sexo tem que ser de comum acordo. Se não, melhor ficar nos casinhos mesmo.

Se sou feliz sozinha, continuo sozinha. E se alguém bom vier, é pra somar e não pra completar...

Ana Paula disse...

Oi... Adorei seu blog... Estou te seguindo...
O meu tb é sobre meus pensamentos, uma mulher que é mãe, esposa, sonhadora e que trabalha fora e dá conta de tudo....
http:\\mamaequetrabalha.blogspot.com/
Me visita quando der

Cris disse...

obrigada, Ana, vou ver sim! Nós tb trabalhamos, comos mãe e tal... só não somos mais esposas...rs pelo menos por enquanto...kkkk

Cuíca Louca disse...

Adorei o blog!! Quando puder, passa lá no meu para dar umas dicas. Postei o primeiro texto ontem, gostaria de receber algumas críticas.
Obrigada.

Bobry disse...

Oi Cris!! Todo mundo pedindo pra vc passar lá no blog, também vou pedir. vai lá em casa, dá uma espiadinha. Vc vai morrer de rir. Bjs
Oi!!
Também escrevo sobre o tema, mas sou um pouquinho menos romântica e mais malvada. kkkkk. Abraços, quando quiser dá uma passadinha lá em casa pro um café. Bjs

http://porquecontinuamoscasadas.blogspot.com/

Bobry disse...

Oi Cris!! Todo mundo pedindo pra vc passar lá no blog, também vou pedir. vai lá em casa, dá uma espiadinha. Vc vai morrer de rir. Bjs
Oi!!
Também escrevo sobre o tema, mas sou um pouquinho menos romântica e mais malvada. kkkkk. Abraços, quando quiser dá uma passadinha lá em casa pro um café. Bjs

http://porquecontinuamoscasadas.blogspot.com/

Ericka Rocha disse...

Melhor ficar sozinha do que com alguém que você tem a certeza de que não é a pessoa certa. Aliás, melhor mesmo é não ter medo dessa tal de solidão...Dizem que ela assusta os posssíveis pretendentes...
Huahuahuahuah...

Um bju, Cris!